Pelos encravados

O que é?

Também conhecido como “Pseudofoliculite” o pelo encravado ocorre quando o pelo após ser cortado ou arrancado, cresce para dentro da pele.

Causas

Isso ocorre quando a raspagem dos pelos é feita de forma inadequada.

Sintomas

A pele apresenta várias pápulas eritematosas (bolinhas vermelhas), às vezes com secreção purulenta e é comum aparecer prurido (coceira) e após a melhora do quadro agudo, aparecem manchas e cicatrizes.

Tratamento

O tratamento vai diminuir a existente mas não impede o aparecimento de novas lesões. Estão indicados antibióticos tópicos e às vezes sistêmicos.

Prevenção

O método mais barato, prático e menos dolorido para se depilar em casa é através da raspagem com lâmina de barbear. Porém esse método tem duração de 2 a 4 dias, dependendo do tipo de pelo, pode encravar. O importante é sempre se depilar no sentido do nascimento dos pelos e não passar hidratante logo após a raspagem.

  • Faça a raspagem com cuidado;
  • Evite passar a lâmina muito rente à sua pele;
  • Use uma lâmina de barbear nova;
  • Não passe a lâmina no sentido contrário ao crescimento do pelo. Outro método comum que pode ser feito em casa é a cera fria ou a cera quente. A cera fria tem duração de 15 a 20 dias, uma vez que retira os pelos pela raiz. O mesmo acontece com a cera quente, que pode ser preparada em casa também. Ela tem o mesmo resultado que a cera fria, porém necessita de um maior tempo de preparação.
    Algumas vezes mudando o método de depilação pode-se melhorar a situação.
    Se mesmo assim você continuar com as lesões a melhor opção será a depilação a laser que produz uma redução permanente dos pelos na área tratada. De qualquer forma, você deve procurar um dermatologista para orientação adequada para o tratamento e para a prevenção.